Escrito em por & arquivado em Destaques, NOTÍCIAS.

Investigada pela Câmara de Taubaté, a Labclin, empresa contratada pela prefeitura da cidade para prestar serviços de exames laboratoriais, foi multada em R$ 188 mil por atraso na entrega de resultados de exames.

Munícipes de Taubaté reclamam da demora que virou alvo da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara. A empresa foi contratada pela gestão de Ortiz Junior por R$ 6,7 milhões.

 De acordo com a publicação, a multa aplicada foi de R$ 188.891,02, sob a penalidade por irregularidades apresentadas no atraso de entrega dos resultados e também no agendamento dos exames, em desacordo com o contratado pelo governo.

A empresa já havia sido notificada administrativamente outras sete vezes e essa é a primeira multa. Em audiência pública da CPI, a secretária de finanças de Taubaté, Odila Sanches afirmou que, com o atraso na entrega de exames, “é notório que a Labclim não tem estrutura para atender às demandas” da cidade. “Em janeiro, o proprietário da empresa reconheceu que tinha muito passivo para receber, e o prefeito determinou a abertura de uma nova licitação, verificando que essa empresa não teria envergadura para atender Taubaté”.

A nova licitação aberta para a contratação tem o empenho de R$ 8,8 milhões. No entanto, o processo foi barrado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) após questionamentos do edital por duas empresas participantes, uma delas a própria Labclin.  A prefeitura aguarda a decisão do TCE para retomar a licitação.

Confira outras notícias:
Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *