A Alstom confirmou na manhã desta terça-feira (10), em reunião no Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindmetau), a transferência da produção de caixas de trens para o metrô de Santiago (Chile) para a unidade da empresa em Taubaté.

A informação foi apresentada para o presidente do Sindmetau, Claudio Batista, pelo vice-presidente de Recursos Humanos (RH) para a América Latina da Alstom, José Gustavo Magalhães Almeida.

“Esse encontro é para explicar o que vai ocorrer com a nossa unidade em Taubaté a partir de setembro, quando iniciaremos a produção das caixas de trens para exportação.” José Gustavo Almeida disse ainda que essa transferência resultará na contratação de 50 no município.

De acordo com o vice-presidente de RH da Alstom, atualmente a fábrica no município tem 40 funcionários. “De São Paulo virão 25 empregados, com mais os 50 que vamos contratar, a unidade de Taubaté terá mais de cem funcionários.”

A partir deste mês, a unidade de Taubaté passará por uma preparação industrial para receber, em setembro, a produção de caixas para o metrô de Santiago. “A carga de trabalho é para até 2020, sendo uma transferência definitiva.”

A confirmação da transferência dessa produção para a Alstom – Taubaté foi recebida com muita alegria pelo presidente do Sindmetau. “A geração de empregos é uma das nossas metas, sempre procurando o entendimento com os empresários, visando a melhoria de condições para o trabalhador.”

Confira outras notícias:

Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *