Base do SAMU em Taubaté - Foto: Quiririm News

Uma equipe do Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) da cidade de Taubaté, foi demitida nesta segunda-feira (30) após resgatar e transportar na ambulância um cachorro perdido na Av. Francisco Alves Monteiro no bairro Novo Horizonte.

Os três funcionários, um médico e os socorristas foram demitidos por justa causa, e de acordo com a prefeitura de Taubaté e o Instituto Esperança, quem administra o SAMU, as demissões estão amparadas pela portaria 2.048/2002 do Ministério da Saúde que determina regras para garantir as condições de higiene do veículo.

Os funcionários resgataram o cachorro da avenida e conduziram até a base do SAMU, no Quiririm, onde entraram em contato e devolveram o animal ao dono. O cachorro possuía coleira de identificação.

“O Instituto Esperança informa que os três funcionários da equipe da Unidade de Suporte Avançado (USA) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram demitidos na tarde da última segunda-feira, dia 30 de julho, após transportarem um cachorro no interior do veículo. Isto contraria a portaria 2.048/2002 do Ministério da Saúde, que estabelece normas e procedimentos de operação na área de urgência e emergência, além da operação de ambulâncias tipo UTI. Além disto, em nenhum momento houve contato da equipe com a base do Samu para a solicitação de informações ou conduta diante do ocorrido”, diz em nota.

Nas redes sociais o caso gerou discussão sobre a atitude do médico e socorristas, bem como da demissão dos mesmos. Em sua rede social o médico demitido lamentou a situação.

“Infelizmente, estamos a mercê de pessoas mal-intencionadas que não enxergam a vida além de sua mesa. Hoje, horas depois de uma criança olhar nos nossos olhos e agradecer por estar viva, 2 pais de família perderam o emprego por terem ajudado um cachorro perdido a encontrar o dono”, disse o médico que ressalta, “Deus sabe o que faz, e eu prefiro perder o emprego milhões de vezes ao lado de vocês, e salvar quantos cachorros aparecerem em nossa frente, do que sermos farinha no mesmo saco de quem nos demitiu por isso”.

Um dos socorristas, também em sua rede social escreveu, “Orgulho de vocês, sairemos com a cabeça erguida, pois não fizemos nem um mau”.

Nessa manhã de terça-feira (31) o vereador Douglas Carbonne (PCdoB), que tem como uma de suas principais metas de trabalho a proteção animal, compareceu até o SAMU onde em sua rede social transmitiu um vídeo ao vivo onde aponta como absurda e arbitrária as demissões.

Assista ao vídeo do vereador abaixo:

Ainda em nota, o Instituto Esperança informou que não haverá prejuízo ao atendimento da população. Foi feito um remanejamento de funcionários para a operação desta unidade e as vagas dos funcionários serão repostas com novas contratações.

Confira outras notícias:

Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *