Foto: Divulgação - Sebrae-SP

Uma postagem feita em uma rede social e compartilhada por milhares de internautas na última semana levantou suspeitas sobre uma possível fraude no Carnê da Cidadania 2015 e gerou confusão entre empresários de todo o Brasil inscritos no Microempreendedor Individual (MEI).

post afirmava que o carnê entregue nas residências é falso e o dinheiro vai para golpistas. A Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE) informou na última terça-feira (24) que os boletos são verdadeiros e estão sendo enviados aos 4,7 milhões de Microempreendedores Individuais cadastrados desde janeiro.


Post alertava sobre conteúdo falso do carnê - Foto: Reprodução Facebook

Post alertava sobre conteúdo falso do carnê – Foto: Reprodução Facebook

A Secretaria esclareceu que a alta inadimplência motivou o envio dos carnês pelos Correios, pois muitos empresários que se inscreveram no MEI pelo Portal do Empreendedor não têm o hábito de acessar a internet para imprimir as guias todos os meses, com isso, não efetuam o pagamento e ficam inadimplentes.

“O Microempreendedor Individual vai receber o carnê enviado pela Secretaria de Micro e Pequena Empresa, mas o empresário que preferir pode acessar o Portal do Empreendedor e imprimir os boletos de pagamento”, explica Adriana Rebecchi, gerente de Atendimento Individual do Sebrae-SP.

O pagamento em dia das parcelas assegura ao empresário direito a benefícios como aposentadoria por idade, licença maternidade e auxílio doença.

Os boletos podem ser impressos em http://www.portaldoempreendedor.gov.br/. Já o empreendedor que tiver dúvidas sobre a veracidade do carnê recebido pode buscar orientação de técnicos do Sebrae-SP. Basta ligar para o telefone 0800 570 0800 (ligação gratuita) ou comparecer a uma das unidades do Sebrae-SP no estado. Os endereços estão no portalwww.sebraesp.com.br.

Como checar a autenticidade do Carnê da Cidadania 

● No canto direito alto na capa do carnê, dentro de um círculo, deve constar a sequência numérica 9912367707/2015, referente ao código do convênio entre a Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE) e os Correios;

● É importante verificar o brasão do Governo Federal na capa do carnê e observar o remetente “Secretaria da Micro e Pequena Empresa” no verso;

Foto: Divulgação - Sebrae-SP

Foto: Divulgação – Sebrae-SP

●É possível consultar no Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br) se o número do documento consta no extrato referente a determinado mês;

● O modelo oficial é impresso em várias páginas coloridas com informações da Secretaria da Micro e Pequena Empresa e do Sebrae;

● O código de barras do boleto que chega com o carnê não será igual ao de um boleto referente à mesma data gerado no Portal do Empreendedor, o que não significa que o documento seja falso. Ao criar um novo boleto, o sistema gera um documento atualizado com outro código. Escolha um deles para pagar.

Foto: Divulgação Sebrae-SP

Foto: Divulgação Sebrae-SP

 

Confira outras notícias:
Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.