A.E. Vila São Geraldo comemora gol na primeira partida da semifinal - Foto: Quiririm News

Em partida disputada no último sábado (16), no Campo do Vila São Geraldo, em Taubaté, o E.C. Quiririm foi eliminado na semifinal da Copa Band Vale de Master em partida tensa definida nos pênaltis.

O Vila São Geraldo virou um placar que parecia impossível. Após perder a primeira partida da semifinal no campo do Imigrante, frente ao Quiririm por 5 a 2, o Vila precisava vencer em casa por 3 gols de diferença para levar a decisão as penalidades, e foi exatamente o que ocorreu. O placar de 4 a 1 foi construído com dois gols de Éber e dois de Gilsinho pelo Vila e um gol de Washington pelo Quiririm.

Nas penalidades, Gil do Quiririm desperdiçou a cobrança, fechando o placar penal em 7×6 à favor do Vila São Geraldo. O resultado eliminou o Quiririm.

Com a vitória o Vila São Geraldo avança para a final contra o E.C. São Lourenço de Cruzeiro, atual vice-campeão da competição que se classificou ao eliminar o Vila Cristina também neste sábado.

Confusão:

Considerado por muitos os dois melhores times da Copa, o Quiririm e o Vila São Geraldo já haviam feito um jogo tenso em Quiririm na primeira partida da semifinal, a segunda partida era esperada com muita expectativa pelos dois times.

Na página oficial do E.C. Quiririm no Facebook uma nota de repúdio foi veiculada onde a equipe do Distrito aponta falhas na segurança aos jogadores por parte da organização da Copa Band Vale de Master.

“É inaceitável que torcida e jogadores adversários sejam recebidos nas proximidades do campo com rojões de 12 tiros mirados para eles. Que sejam ameaçados, juntamente com arbitragem. Que integrantes do time da casa invadam vestiário com paus e tijolos…Que nossos atletas sejam quase atropelados na calçada. Que nossos veículos sejam danificados. Que a arbitragem seja agredida por validar nosso gol. A OMISSÃO DOS ORGANIZADORES EM COIBIR O ANTIFUTEBOL SOA COMO CONIVÊNCIA”, relata trecho da nota.

Veja na íntegra:

Em contato com a organização da Copa Band Vale de Futebol Master sobre as acusações e a nota de repúdio do E.C.Quiririm, a organização respondeu com outra nota.

“1) Repudiamos todo e qualquer ato de violência. 2) Fazemos a Copa para uma integração entre grandes jogadores do passado que jogam pelos times na Copa. O torneio tem caráter amistoso de confraternização mesmo. Mas claro que dentro de campo todos querem ganhar. O árbitro do jogo Sr. Cleiton Moreira, me disse que não foi agredido de forma alguma. NÃO é obrigação da Comissão Organizadora solicitar policiamento para qualquer jogo. Isso está no Regulamento geral da Copa. Tanto que em nenhum jogo houve policiamento e as partidas foram jogadas sem problemas.” respondeu Antônio Carmo.

Vila São Geraldo:

Jogo bola desde os anos 70. É o futebol! Eu prefiro não falar nada para não achar que uma coisa justifica a outra. O Importante é que a arbitragem não relatou nada de excepcional no jogo e vida que segue. É importante frisar que bem antes de começar o jogo alguém mandou policiamento e tinha sim duas viaturas por lá, e se não foi a Copa, foi alguém de Quiririm, para nós foi até bom. A gente respeita a nota do Quiririm e tudo, mas isso não aconteceu dentro do campo”, explicou por telefone o diretor de esportes do A.E. Vila São Geraldo, Jurão.

A final será realizada no sábado (23) em jogo único que define o campeão de 2018, A.E. Vila São Geraldo ou E.C. São Lourenço.

Confira outras notícias:

Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *