O Sindicato dos Bancários de Taubaté e região iniciou nesta terça-feira (30) uma nova greve por tempo indeterminado. A categoria reivindica o aumento salarial de 7% para 7,35% (0,94% de aumento real) para os salários e demais verbas salariais e de 7,5% para 8% (1,55% acima da inflação) para os pisos.

“Os bancos tem condições de melhorar essa proposta, pois continua sendo insuficiente, não somente na parte econômica, mas também porque não traz nada sobre garantia de emprego, combate às metas abusivas e ao assédio moral, segurança bancária e igualdade.”, ressalta Sergio Leite, Presidente Interino do Seeb Taubaté e Região em nota divulgada no site do sindicato (Site do Sindicato dos Bancários de Taubaté).

Em Quiririm:

Até o momento a única agencia de Quiririm não anunciou a greve e funcionou normalmente, apesar de estar inserida em uma das cidades em que o sindicato representa. De acordo com informações apuradas na agência de Quiririm, por enquanto os bancários não foram avisados de nada, e caso o sindicato apareça eles entram em greve.

A base do Sindicato é composta pelas cidades de Taubaté, Tremembé, Pindamonhangaba, Roseira, Ubatuba, Caçapava, Santo Antonio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, Lagoinha, Redenção da Serra, Natividade da Serra e São Luis do Paraitinga.

Principais reivindicações da categoria bancária:

• Reajuste Salarial de 12,5%, sendo 5,4% de aumento real, além da inflação projetada de 6,76%

• PLR – três salários mais R$ 6247

• Piso – Salário mínimo do Dieese (R$ 2.979,25)

• Vales Alimentação, Refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá  – Salário Mínimo Nacional (R$ 724);

• 14º salário

• Fim das metas abusivas e assédio moral – A categoria é submetida a uma pressão abusiva por cumprimento de metas, que tem provocado alto índice de adoecimento dos bancários

• Emprego – Fim das demissões, ampliação das contratações, combate às terceirizações e precarização das condições de trabalho.

 

Confira outras notícias:
Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.