Bandeira Quiririm

Quem vem a Quiririm nos dias de hoje e vê o grande Distrito que se tornou, conhecido pelo país inteiro por sua Festa Italiana e também por sua gastronomia, não imagina o seu difícil passado, regado por muita esperança e trabalho duro.

Embarcados em portos da Itália, traziam além da pobreza, os sofrimentos das guerras da unificação italiana. Saíam da terra natal com falsas promessas de que aqui teriam a própria terra para cultivarem, mas somente no Porto de Santos é que souberam que, na verdade, haviam sido trazidos para essa nova terra, com o intuito de substituírem a mão de obra escrava, nas lavouras de café.


Ao chegarem, os imigrantes foram remanejados para várias colônias brasileiras e, algumas famílias foram então trazidas para o recém fundado Núcleo Colonial de Quiririm, ao todo, foram 118 famílias.
Alguns anos depois, sem assistência do governo, mas já com a terra própria, que era o único incentivo daqueles imigrantes, receberam então o “Ouro Bendito ” de onde iriam tirar seu sustento e escrever a História de Quiririm.

Os Freis Capuchinhos, instalados no Mosteiro da Fazenda Maristela, em Tremembé, doaram as primeiras sementes de arroz e ensinaram a manejar a terra e a fazer o plantio. Essa técnica havia sido trazida da França, pelos Freis. Só aí os imigrantes começaram uma nova vida em uma nova terra.

A Colônia cresceu. A chegada dos imigrantes italianos e a formação da Colônia Agrícola de Quiririm abriu uma nova era para a lavoura de Taubaté e região, chegando a liderar a produção de arroz do Estado e assim ganhar destacada posição no conceito social taubateano.

Com os anos, tudo foi crescendo, plantio do arroz, do café, da batata, enfim, Quiririm era eminentemente um Distríto Agrícola.

Foi quando em 1989, João Aristodemo Canavezi Filho, chamado carinhosamente em Quiririm de Dheminho, ousou sonhar, e mais, teve a coragem suficiente de comemorar os 100 anos da imigração italiana com uma festa. Junto com os amigos Rubinho de Almeida, Marcelo Pistilli, Delmo Montesi e Geraldinho Valério, realizou a Primeira Festa Italiana de Quirirm, que nasceu singela e sem grandes pretensões, e que já em seu primeiro ano fez um grande sucesso.

Quiririm, de Colônia Agrícola passou a Distríto Gastronômico, e passou a ser sinônimo de boa comida e boas cantinas, e mais, pela beleza e grandiosidade da Festa, que a cada ano se torna mais conhecida, não só na região e Estados vizinhos, mas até no País.

Em 2015 a Festa da Colônia Agrícola Italiana de Quiririm comemora 26 anos, com muita música, pratos típicos, dança e alegria.

A 26ª Festa de Quiririm acontece de 28 de abril a 03 de maio.

Confira outras notícias:
Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.