Foto: Reprodução Facebook/Sindmetau

Após reunião na manhã dessa sexta-feira (4) em São Paulo, entre representantes da LG Electronics, o Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e o Secretário do Emprego e Relações do Trabalho do Estado de São Paulo, José Luiz Ribeiro não chegar a um acordo, a fábrica de Taubaté declarou encerrada as negociações e demitiu 453 funcionários.

A demissão destes funcionários aconteceu no período da tarde, também dessa sexta-feira (4). A empresa alega que a redução do quadro de funcionários é necessária para readequar a produção à demanda, devido a crise econômica que afeta o país.

Em nota a LG afirmou ainda que atualmente utiliza apenas 30% de sua capacidade produtiva, e que vai manter por três meses o plano de saúde dos trabalhadores e oferecerá um programa de recolocação profissional. Os trabalhadores demitidos protestaram em frente a empresa após as demissões.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região, divulgou nota oficial através da internet anunciando que foi aprovada em assembleia a paralisação na LG unidade de Taubaté  por tempo indeterminado.

Leia mais:

Trabalhadores da LG e sindicalistas fazem passeata pelo emprego

Confira outras notícias:
Clique aqui e veja todas as notícias mais recentes do Portal Quiririm News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *