Movimento "Vem pra rua - Caras pintadas" encerrou manifesto na Praça Santa Terezinha - Foto: Douglas Castilho/Quiririm News

Apesar do dia chuvoso em Taubaté, milhares de manifestantes saíram às ruas da cidade para protestar contra o governo e, entre vários pedidos, o Impeachment da atual Presidente Dilma Rousseff. Com o início do protesto em frente ao 5º Batalhão da Polícia Militar, no bairro da Independência, o evento intitulado “Vem pra rua – Caras Pintadas”, caminhou até a Praça Santa Terezinha.

Em frente ao Santuário, jovens, adultos, crianças e idosos participaram do ato e cantaram o hino nacional brasileiro. Gritos de protestos como “Lula cachaceiro, devolve meu dinheiro”, entre outros, ecoaram dentro da igreja.


De acordo com a Polícia Militar, aproximadamente 1500 pessoas participaram do ato. Para os organizadores da passeata, que foi liderada por estudantes, 9300 pessoas foram as ruas.

Mateus

Matheus Silveira, organizador do movimento “Vem pra rua – Caras pintadas” de Taubaté – Foto: Douglas Castilho/Quiririm News

“Nossa reivindicação principal é contra a corrupção, maiores investigações na Petrobras, para que as pessoas envolvidas sejam punidas, e mais clarezas nos gastos e diminuição nos impostos. Os empresários estão sendo prejudicados, por conta disso temos demissão, e chegam a até fechar as portas”, protesta um dos organizadores do movimento, Matheus Silveira, estudante de 20 anos.

Faixas e cartazes com diversos dizeres se espalharam pela passeata, que até o seu término às 17h, foi pacifica. Cartazes com pedidos de reforma política, contra a corrupção e intervenção militar foram usados na manifestação.

Cartazes pedindo intervenção militar fizeram parte da manifestação - Foto: Douglas Castilho/Quiririm News

Cartazes pedindo intervenção militar fizeram parte da manifestação – Foto: Douglas Castilho/Quiririm News

Populares trajados em verde e amarelo, com bandeiras e até com seus animais de estimação foram vistos no protesto, “Até o cachorro vem ordeiramente, se comportou, e a mesma coisa o povo. Não da para aguentar essa corrupção, esse desgoverno. Estamos perdendo nossa dignidade, leis falhas, políticos corruptos, estamos vendo até a nossa soberania nacional indo para o saco”, disse Juvenal Andrade, 62 anos.

test

Manifestante levou seu animal de estimação ao movimento – Foto: Quiririm News

Administrador de empresas, para Juvenal somente o impeachment  não resolve, “Fora Dilma, fora PT, mas não é só isso. Na realidade o que precisa é de uma reforma política. Tem que ter voto distrital, menos ministérios, menos deputados, um deputado federal custa 200 mil reais, isso é uma vergonha, nossa aposentadoria mal dá para pagar um plano de saúde, coisa que a gente deveria ter”, explica.

Alguns moradores de Quiririm participaram da passeata que ao seu final, em frente ao Santuário de Santa Terezinha, fizeram uma oração e terminaram o ato prometendo novas passeatas para os próximos dias. Todo a manifestação foi acompanhada pela Polícia Militar.

teste

Faixas e apitos chamaram a atenção de moradores e motoristas do centro da cidade – Foto: Quiririm News

Confira outras notícias:
Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.