Ajudar ao próximo, esse é o principal objetivo da página “Meu Anjo Azul”, criada recentemente pela moradora de Quiririm Edith Nobrega, que vive momentos difíceis com a perda de sua filha, de 5 anos e encontrou na solidariedade e boas ações ao próximo, um motivo para continuar sua missão e encarar o luto de maneira mais leve.

A página, que em menos de um mês já conta com cerca de 400 seguidores, tem por objetivo unir e ajudar as pessoas em situações vulneráveis, “É fazer a ponte de quem tem algo para doar chegar a quem precisa. Independente de quem tenha brinquedo, alimento ou até mesmo, tempo. Então, a página também está aberta para estas coisas. É voltada para fazer o bem, o principal é o amor, se a pessoa não tem algo para doar, uma palavra já ajuda, é incentivar as pessoas a dizerem até mesmo um bom dia”, explica Edith.

Com esse objetivo, o projeto “Meu Anjo Azul” se torna uma forma de ajudar potenciais doadores que, devido ao trabalho e outras obrigações, não encontram tempo ou não sabem para quem doar. Como se trata de projeto atemporal, qualquer dia é dia de se fazer boas ações.

“Amor todo mundo tem para dar. Procure a página, mande uma mensagem dizendo: olha eu tenho tal coisa para doar, e aí a gente guarda a doação. Qualquer tipo de brinquedo, desde que esteja em bom uso, e aí pode doar, a gente separa e vai procurando os lugares para levar”, ressalta a fundadora do projeto.

Além de ajudar ao próximo, o “Meu Anjo Azul” é também uma homenagem a filha de Edith, “O que me levou a fazer a página foi o falecimento da minha filha, eu quis transformar a minha dor em amor. Ao invés de ficar em casa chorando e sofrendo, se eu ajudar uma pessoa, eu já vou estar vendo o rostinho dela”, conta Edith, que explica, “A Manuela era uma menina diferente, ela não era uma menina que gostava de rosa, ela sempre gostou de azul, ela gostava de flor azul, as roupas eram azuis, tudo dela era azul e aí é uma homenagem a ela”.

Foto: Reprodução Facebook

Ao fim da entrevista, Edith que ainda vive o luto de sua filha, demonstrou estar aberta para ajudar outras pessoas que também passam por este momento, “As pessoas que quiserem apenas conversar, aquela pessoa que passou pelo luto, eu estou passando pelo luto, mas de uma forma tão suave, que eu queria mostrar para as pessoas que não precisam se desesperar. Vamos juntar essa dor e fazer com que isso vire uma coisa boa”, aconselha Edith Nobrega.

Para quem quiser conhecer mais afundo e também se interessar em participar realizando doações, basta clicar no link Meu Anjo Azul. “As pessoas do facebook tem publicado, tem compartilhado e quanto mais pessoas compartilharem é melhor, quero que isso vá cada vez mais pra frente”, conclui.

 

Confira outras notícias:
Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

2 comentários para “Meu Anjo Azul: Moradora de Quiririm cria página que incentiva boas ações”

  1. Nilse

    Que Deus continue te abençoando e dando força para vcs ajudar outras pessoas que estão passando por essa dor bjus

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *