Descendentes de italianos participaram de entrada solene - Foto: Quiririm News

No último domingo dia 1º de maio, inúmeros católicos estiveram presentes durante a missa solene em homenagem a Imigração Italiana de Quiririm que foi celebrada em italiano na Igreja Matriz de Quiririm.

A Celebração foi Presidida pelo Padre Valter Lopes – SJC e Co-celebrada pelo Frei Franciscano Capuchinho – Gerson, guardião do Convento Santa Clara em Taubaté.


“Para mim é um prazer participar desse momento especial. De fato essa festa tem para esse povo um aspecto de renovação, de reencontrar as raízes. Quanto mais celebra-se a festa nas modalidades que está sendo celebrada neste ano de 2022, mais as pessoas se envolvem e se sentem acolhidas, se sentem fraternas uma com as outras”, disse Padre Valter Lopes.

Frei Gerson destacou a histórica relação entre os frades Franciscanos Capuchinhos com os colonos de Quiririm na implementação da agricultura e destacou a emoção de ver a igreja tomada por católicos.

Frei Gerson e Padre Valter Lopes – Foto: Quiririm News

“Em 1989 os frades capuchinhos vieram da Itália e trouxeram a semente do arroz e ajudaram os colonos a plantar e assim, há uma grande relação entre os primeiros colonos e os Franciscanos Capuchinhos. É uma alegria muito grande co-celebrar e ver muitas pessoas, pois fazem dois anos que não mais nos reunimos por conta da pandemia, e a impressão que eu tive é que a pandemia acabou, embora não tenha terminado. Mas ver as pessoas alegres, a igreja lotada, resgatando as tradições me deixou muito feliz”, conta o Frei.

A Missa Solene em homenagem aos imigrantes italianos é marcada por diversas características, talvez a principal seja a lingua italiana a mais marcante, mas conta ainda com música litúrgica com trompete, órgão, violoncelo, além da entrada de bandeiras e famílias descendentes de italianos carregando o arroz e a batata, produtos cultivados pelos italianos no Quiririm.

Foto: Quiririm News

Foto: Quiririm News

 

“Religião é religar à Deus e o italiano veio com isso na bagagem. Eu acho que foi uma das coisas que fizeram eles (imigrantes) a vencerem o que passaram, né?! Em um país diferente, de cultura diferente, de língua diferente, sem dinheiro. Então a fé! Isso é muito importante e a gente não pode perder”, explica Dheminho Canavezzi, membro da Associação Cultural das Tradições Italianas de Quiririm que ressalta, “A liturgia católica quando bem feita, solenemente, é a liturgia mais linda que temos em todas as religiões. A música litúrgica como foi hoje, tocada com órgão, instrumentos clássicos, ela com certeza traz o céu pra terra”.

Padre Valter Lopes também falou sobre celebrar em italiano, “É uma honra, me recordei do tempo em que eu morei na Itália, do tempo em que eu pronunciava essas palavras e sentia de fato a presença de Deus a partir de uma outra língua, uma outra cultura. Quiririm de fato é um pedaço da Itália e me trouxe essas boas recordações”.

Crianças de traje típico carregam o nome de suas famílias

 

Famílias homenagearam seus antepassados – Foto: Quiririm News

 

 

Confira outras notícias:
Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.