Comitiva taubateana se reuniu com membros do Governo do Estado na capital - Foto: Divulgação

O Prefeito de Taubaté José Saud (MDB) se reuniu no Palácio dos Bandeirantes em São Paulo com o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, bem como com o representante do Sindicato dos Metalúrgicos, Cláudio Batista, e o juiz da 1ª vara do trabalho de Taubaté, Guilherme Feliciano para tratar assuntos relacionados ao encerramento das atividades da Ford na planta de Taubaté.

O Governo do Estado informou durante a reunião que há tratativas com duas empresas interessadas em comprar o espaço pertencente a Ford e que na próxima semana algumas pessoas estarão em Taubaté para analisar o local.

Após o término da reunião, a Prefeitura informou que irá acionar o Governo Federal, via Ministério do Desenvolvimento Social, para que junto com o Governo do Estado e com os trabalhadores, as melhores alternativas possam ser encontradas.

O município possui o PROINDE (Programa Ostensivo de Incentivo ao Desenvolvimento Econômico do Município) fundamentado na Lei Complementar Municipal nº 184, de 05 de março de 2008, onde prevê a possibilidade de concessão de Incentivos Fiscais municipais aos empreendimentos que se adequem às exigências estatuídas na Lei.

A Ford foi favorecida com benefícios no intuito de incentivar à continuidade das atividades e possível expansão, porém, a  ação de fechamento tem base em uma decisão global do grupo Ford Motor Company.

Uma nova assembleia entre os trabalhadores e o sindicato doa metalúrgicos está marcada para a manhã dessa quarta-feira (12), na câmara municipal de Taubaté.

Confira outras notícias:

Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

Um comentário para “Prefeito Saud procura Governo do Estado que diz ter empresas interessadas no espaço da Ford em Taubaté”

  1. Doraa

    Sei que o momento é delicado, mas fechar uma fábrica nesse momento, o errado. É preciso procurar alternativas, para que isso não aconteça. Respeitar a vida acima de tudo.O dinheiro e capital , todos conseguem depois.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *