Revitalização: Prefeito Ortiz Junior acredita concluir obras em janeiro de 2018

Último repasse de verba Estadual para a revitalização está bloqueada – Postes e bancos novos já estão danificados

Iniciada em fevereiro de 2016, as obras de revitalização do quadrilátero histórico do Distrito de Quiririm, financiado pelo Governo do Estado através do FID (Fundo Estadual de Defesa dos Interesses Difusos) e realizada pela Prefeitura de Taubaté, pode ser concluída apenas em janeiro de 2018, dois anos após o seu início. Prazo inicial de conclusão da obra era dezembro de 2016.

Secretário Estadual da Educação visita Quiririm e anuncia convênio

Cinco escolas passarão por reformas, um nova creche será construída e escola Lopes Chaves será restaurada

Na tarde dessa terça-feira (10), o Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Renato Nalini, o Presidente do FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação) João Cury Neto, o Prefeito de Taubaté Ortiz Junior (PSDB), entre outras autoridades, visitaram a E.E. Deputado Cesar Costa no Quiririm para anunciar a autorização de reforma de cinco escolas estaduais da cidade, além da construção de uma nova creche e o restauro da E.E. Lopes Chaves.

“FID” realiza vistoria em obras de revitalização do Quiririm

Execução das obras que estão quase paradas, devem retomar atividades normais nos próximos meses

Caminhando lentamente, a finalização das obras de revitalização do Distrito de Quiririm podem voltar a engrenar no próximo mês. Após sofrer atrasos na conclusão, que esteva previsto inicialmente para dezembro de 2016, em seguida estendida para fevereiro de 2017, e após prorrogada para abril de 2017, ambas as datas não atingindo êxito. Na última semana, uma vistoria realizada pelo “FID” (Fundo Estadual dos Interesses Difusos) aprovou o andamento das obras.

Após licença-prêmio polêmica, Ortiz, anuncia devolução do dinheiro recebido por madrasta

Secretária de Administração e Finanças tem o direito de receber mas “furou fila” do pagamento entre os servidores

O polêmico pagamento de licença-prêmio, que junto ao salário somou cerca de R$ 78 mil, pago à Odila Sanches, Secretária de Administração e Finanças e madrasta do prefeito de Taubaté, Ortiz Junior (PSDB), informado pelo jornal Gazeta de Taubaté na última terça-feira (28/03), levantou dúvidas quanto a regularidade da ação e nessa segunda-feira (3), a prefeitura da cidade veiculou nota oficial informando a devolução do valor, e admitiu que apesar de não estar ciente, o pagamento “furou a fila”.