Agentes de combate a dengue durante vistoria - Foto: P.M.T.

Em meio a pandemia pelo novo coronavírus, a cidade de Taubaté fechou o mês de abril com números altos para uma outra doença que também mata, a Dengue. De janeiro a maio, a cidade registrou 1.429 casos confirmados para a doença, e cinco mortes.

Do total de casos, 1.409 são autóctones ou seja, aqueles contraídos na própria cidade e 20 importados. No mesmo período do ano passado foram 39 casos positivos, sendo 21 autóctones e 18 importados.

Apenas no Distrito de Quiririm, seis pessoas estão com dengue atualmente.

Mortes:

As duas mortes por dengue confirmadas nessa tarde de segunda-feira (18) pela Vigilância Epidemiológica é de um idoso de 82 anos, morador da Vila IAPI, que estava internado desde o dia 10 de março no Hospital Municipal Universitário de Taubaté (HMUT). Ele testou positivo para dengue e o resultado do exame foi encaminhado pelo Instituto Adolfo Lutz em 16 de março. Este idoso morreu no dia 27 de abril.
A outra morte confirmada é de um homem de 43 anos, morador do conjunto habitacional Milton de Alvarenga Peixoto. Ele também estava internado no HMUT e morreu no dia 9 de maio, mesma data em que houve a confirmação do exame.

Ações de combate:

Em decorrência desse alto número de casos de Dengue na cidade, o Controle de Animais Sinantrópicos (CAS) de Taubaté, começou nessa segunda-feira (18) uma ação integrada contra o mosquito Aedes aegypti e também escorpiões.

Entre os dias 18 e 29 de maio os “arrastões”, ‘Xô Mosquito’ e ‘Xô Escorpião’, vão acontecer no CECAP I,II,III e IV.

O caminhão cata-treco deve percorrer os bairros para o recolhimento de materiais inservíveis e os agentes vão orientar os moradores sobre os cuidados para eliminar criadouros do mosquito e prevenir acidentes com os escorpiões. Após a passagem pela CECAP, o caminhão está programado para passar pelos bairros Novo Horizonte e Chácara Flórida.

A prefeitura informou ainda que as reclamações sobre escorpiões apresentaram queda no comparativo do período. Foram 358 neste ano contra 434 no ano passado.

Confira outras notícias:

Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *