Trabalhadores da Ford em Assembleia com o SindMetau - Foto: Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté

Após três dias de greve, reivindicando alteração na escala de trabalho, os funcionários da Ford de Taubaté retomaram as atividades nesta tarde de 6 de julho. A decisão foi tomada em uma assembleia explicativa e deliberativa, com os metalúrgicos da empresa que optaram pelo retorno, após a proposta do Tribunal Regional de Trabalho de Campinas (TRT) – SP que pede o retorno da maioria dos metalúrgicos ao trabalho em jornada de segunda a sexta-feira, sem descontar dos funcionários os dias de greve.

A jornada deve se manter enquanto o sindicato e empresa tentam solucionar o impasse nos horários dos trabalhadores. Caso isso não ocorra, a decisão vai ser tomada pelo TRT.

Entenda o caso:

O motivo da greve foi um impasse entre empresa e metalúrgicos com relação à escala de trabalho.

De acordo com o Sindicato, a Ford quer a retomada da jornada que previa uma folga na semana e uma no domingo, jornada esta definida em acordo já vencido. Nos últimos meses as folgas eram concedidas aos sábados e domingos, já que a unidade de Taubaté produzia com jornada reduzida em PPE.
Os trabalhadores querem retomar a jornada de trabalho de segunda a sexta-feira.

Atualmente a planta de Taubaté produz motores automotivos e possui aproximadamente 1.600 trabalhadores.

Leia também:

Trabalhadores da Ford-Unidade Taubaté, entram em greve

Confira outras notícias:
Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *