Alunos durante entrada na escola do Santa Tereza - Foto: Quiririm News

Nessa quarta-feira (25), funcionários da Prefeitura de Taubaté iniciaram o aterramento de uma piscina na escola municipal Docelina Silva de Campos, no bairro Santa Tereza. A ação gerou protesto de vereadora e também de alguns alunos da escola.

Pela manhã máquinas e terras chegaram na escola para cobrir a piscina que fica na rua Odila de Almeida Carvalho, durante os trabalhos a vereadora Loreny (PPS) esteve no local e intitulou a ação como o “Enterro da democracia e do dinheiro público no Santa Tereza”.

Máquinas e terra em frente a escola no Santa Tereza – Foto: Quiririm News

A parlamentar inicia o vídeo com uma flor na mão e diz, “Eu começo essa quarta-feira com vocês com uma notícia ruim, com essa cara de tristeza, de enterro mesmo, porque é para isso que eu vim, eu vim preparada para um enterro, a gente vai presenciar o aterro da piscina da escola do Santa Tereza, uma denúncia feita pela população. Eu vim simbolicamente para enterrar a democracia e o dinheiro público, o orçamento e o recurso da população de Taubaté, pagadora de impostos que um dia construiu essa piscina”.

Confira abaixo o vídeo completo com o protesto da vereadora Loreny e dos alunos:

O outro lado:
Questionada sobre o motivo do aterramento, a Prefeitura de Taubaté informou que a piscina foi construída em local inadequado e que vinha demandando constantes reparos – Confira a nota!

“A piscina foi construída em local com solo brejoso, com alto nível de lençol freático e o seu movimento ocasionou desnível, rachaduras e vazamentos. Após constantes reparos a equipe da Secretaria de Obras identificou que o aterramento é a solução para inclusive não comprometer a segurança dos alunos no local”.

Alguns alunos contrários ao aterramento da piscina, levaram cartazes e gritaram “Queremos a piscina”, mas de nada adiantou. Sobre o protesto estudantil a prefeitura esclareceu que, “A comunidade escolar sabia dos problemas estruturais da piscina. As aulas serão substituídas pela ampliação das oficinas de esporte, dança, teatro e música”.

A escola atende hoje cerca de 700 alunos do 1º ao 9º ano com idades entre 6 e 15 anos. A prefeitura informou que antes de estabelecer novo projeto para a área da piscina, vai se fazer análise orçamentária para contratar uma empresa para realizar estudo de solo do local.

Confira outras notícias:

Clique aqui e confira as últimas notícias do Portal Quiririm News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *